Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

domingo, 7 de março de 2010

Saiba como são feitas as estatuetas do Oscar


A fábrica das estatuetas do Oscar, a R.S. Owens, fica em um edifício comum na Avenida Lynch, em Hollywood, onde elas são produzidas desde 1983.
O molde da estatueta geralmente é guardado em um cofre que só é utilizado alguns meses antes da premiação, durante os dias em que as 50 estatuetas do Oscar são produzidas. 

Vega, um dos responsáveis pela produção do premio, sacode levemente o molde enquanto derrama o líquido, para que seja preenchido uniformemente. Isso demora apenas 13 segundos, e logo ele encaixa a parte de cima do molde e bate nele com um martelo até que a parte traseira da estatueta seja revelada.

Em seguida, são levadas até Gonzalez, que fica na máquina de polir. Ele alisa as estatuetas com uma roda de lixa do tamanho da roda de um carrinho de brinquedo. Nesse processo, ele retira a chamada "carne" das estatuetas, uma linha em relevo deixada pela parte em que os moldes são encaixados. Ele então substitui a roda por outra maior e continua o polimento. Depois de 45 minutos, o Oscar brilha.


Cada estatueta recebe um número de série, que é gravado em sua base, para garantir que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas possa seguir o caminho delas.

Louise White, que trabalha gravando os números, segura o Oscar de cabeça para baixo, encostando o topo da cabeça em um pedaço de borracha. "Quero evitar que ela tenha dor de cabeça", diz. Os números 3-4-5-3 são alinhados na máquina de gravação, e White usa um instrumento que lembra uma broca de dentista.

Depois da gravação, o Oscar é testado para confirmar se não há bolhas de ar ou rachaduras que possam comprometer sua estrutura. Alguns dias depois, ele é banhado em cobre, níquel e prata. Por fim, chega o momento mais sonhado de todo troféu: ele é mergulhado em um tanque cheio de ouro 24 quilates. No início de fevereiro, as estatuetas serão reunidas e são enviadas para Hollywood

1 comentários:

( luucas disse...

Achei que era tudo de ouro! -qq Bom, é interessante e trabalhoso, imagina fazer cinquenta dessas, todas perfeitas, fez um Mzinho e 'tá na rua. ADORO!

Postar um comentário