Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

quarta-feira, 7 de julho de 2010

20 anos sem Cazuza - Relembre a vida, a música e a morte do cantor:

Hoje, dia 07 de julho, 20 anos após a morte de Cazuza, decidi postar aqui no @Blogaep, um trabalho que eu @Luiz_Messora, @JeeSouza e colegas de classe apresentamos no primeiro semestre de publicidade e propaganda.

Através do conceito de jornada criada por Joseph Campbell , este trabalho narra de maneira objetiva a história de vida do expoente do rock nacional Cazuza, inserido na estrutura dos 12 passos do herói.

As seqüência de ações, conflitos e escolhas que levaram Agenor de Miranda Araújo Neto a se tornar Cazuza, começando pelas origens, passando pela adolescência e suas descobertas até a fase adulta e madura, seu ingresso no meio artístico seguido do enfrentamento ao HIV até sua consagração como, poeta, compositor e cantor.
Apresentamos então, o Exagerado e sua fulgurante vida e carreira meteórica.


Eu realmente espero que tenham gostado.
@Luiz_Messora

3 comentários:

Samary Bispo disse...

cazuza sempre sera lembrado como aquele desconhecia o significado da palavra*imposssivel* ele ousou, lutou e por isso eh lembrado ate hoje..CAZUZA o astro da musica, eu sou apixonad por a historia desse homem.

Manuel Victor disse...

odeio cazuza.... a diferença dele pro fernandinho beira-mar, é que o cazuza nasceu na zona sul do Rio e o beira-mar não.. mas o esquema de drogas era o mesmo....

Cecilia Chagas disse...

Tem certeza disso, Manuel Victor?
Eu nunca soube que o Beira-Mar influenciou gerações com suas músicas e poesias.

Que o Cazuza não era santo não é novidade, ele usou drogas, mas não traficou internacionalmente, não furtou bancos ou até mesmo o exército, ao contrário do Fernandinho Beira-Mar, que você citou.

Por favor, pense antes de abrir a boca.

Postar um comentário